sexta-feira, 15 de outubro de 2010

5 cumes… … A Recuperação…


“Há sítios no mundo que são como certas existência humanas: tudo se conjuga para que nada falte à sua grandeza e perfeição. Este Gerês é um deles." - M. Torga
Após um dia intenso como aquele Domingo, diz a azelha P: “Vamos pedalar pró Gerês azelha PP?...
A azelha PP, ainda dentro da cama quentinha… pensou uns segundos e disse: Podemos ir…
A azelha P por sua vez avisou: mas são praí uns 100 km.
Retorquiu a azelha PP: Não faz mal, com o empeno que apanhei ontem, hoje aguento os 100km e também não tirei um dia de férias para vir passear a bike de carro. Foi então que se lembrou: mas também aquilo não sobe muito… daki até ao Rio Caldo (pontes) é sobe e desce, mas fácil. Depois temos a subida difícil… e é sempre a descer até Barcelos… J

Bem, sendo assim, e uma vez que o sol se fazia sentir com a temperatura ideal para pedalar…
Ambas as azelhas convencidas que do fim da subida (Rio Caldo/Casa Nova) era sempre a descer até casa… Foi agendada a saída para a uma da tarde…

Preparadas com respectivo reforço de comida (adequado para azelhas)… Gel e barras energéticas… Camelos atestados… Luzes preparadas, caso a coisa ficasse um pouco negra durante o percurso… lolol..
E saímos para pedalar…

Á medida que os kms iam passando começaram a aparecer os primeiros cumes… A paisagem começava a tornar-se indescritível… Um verde claro da natureza a renascer das maldades do homem… Era então que se ouvia a azelha P: azelha PP lá porque és mais leve não te estiques nas subidas…

Passamos por alguns cicloturistas que pedalavam Gerês acima e lá iamos dizendo… Olá… Boa tarde… novamente Olá… mais um boa tarde… e já tristes que ninguém nos respondia dissemos… no próximo falamos em inglês, estes turistas deviam aprender umas palavrinhas em português…

Chegadas a Vila de Bouro … lá estavam mais 5 elementos que aparentemente tinham chegado ao seu destino… Estes sim… cumprimentaram-nos entusiasticamente, ao qual nós retribuímos e continuamos a pedalar serra acima e serra abaixo… Bem, nesta fase era mais serra abaixo…

Olha a carrinha das batatas fritas… dizia a azelha PP, Será que trazem chocolates? Enquanto que a azelha P retorquia, não podemos comer chocolates que eu estou de dieta…

Azelha PP, já chegamos ao Rio Caldo… J Sabes quantos kms já fizemos? 60, disse.
Fogo azelha PP já vamos fazer mais de 100 km…
Foi então que tivemos pensamentos como estes:

“Uma boleia subida acima é que dava jeito”

Não faz mal, azelha P depois desta subida é sempre a descer quase até casa.
Como ninguém nos deu boleia… “Já não há cavalheiros como antigamente…” Duas meninas de perna amostra e ninguém oferecia uma boleia… Buzinar buzinavam eles, mas uma boleia que era bom … “Tá queto” … Tivemos que pedalar cume acima e foi se queríamos chegar a casa…

Nem sequer um transporte alternativo havia... :) 

Chegamos ao fim da subida já mais pra lá do que pra cá… uma a queixar-se das costas a outra a queixar-se das pernas…
Já só víamos cumes… Onde está a descida para casa????

O pouco oxigenio no cérebro já dava nisto…

Azelha PP: Olha aqui as vacas também tem cornos grandes.
Azelha P: Mas a culpa é dos bois. Têm a mania de ir com todas.
Gargalhada geral…. O que vale é que era a descer… J

E pá … esta volta Barcelos – Geres – Barcelos é sempre a descer … não percebo onde estão as subidas…
He… he… he…

Já com Braga à vista… diz a azelha P: Mais um gel e ainda subo ao Sameiro…
A azelha PP já só via cumes à frente e ainda faltavam 4 até chegar a casa…

A aventura do dia foi atravessar Braga ás 6 da tarde… por entre carros, autocarros cheios de pressa, motos, camiões e ainda barcos… Foi giro foi… J

Chegadas a casa com 115 kms nas pernas, 20kms/h de média… Pensamos as duas: Fogo mana tamos a começar a pedalar bem… isto foram quanto cumes?... Perdi-lhes a conta, mas no mínimo uns 8 ou 9… :) He! he! he!

1 comentário:

azelhas sem travões disse...

ups....havia alguma subida da Povoa de Lanhoso ate Braga?????
(azelha"P")